Minha Nação
Layouts

O nascimento da ideia


A Nação Digital Tecnologia Ltda é uma empresa de tecnologia comprometida com a cidadania digital dos cidadãos brasileiros que, através de sua participação no cenário da economia digital brasileira, bem como pela realizada por seu principal gestor, vem participando, ao longo dos últimos 19 anos, da construção de um ambiente favorável à intensificação do uso da certificação digital na estrutura política e socioeconômica do país.


Fundada em 30 de setembro de 1998 sob o CNPJ 02.766.062/0001-34, atua exclusivamente no segmento de Internet e aplicações seguras de Comercio Eletrônico e Certificação Digital.


Foi participando de projetos de Internet e Certificação Digital, mesmo antes do advento da ICP-Brasil, que surgiu aprimeira semente do que hoje seria a Nação. Esta semente foi um pensamento:


"Seria possível usar a tecnologia para deixar o poder de decisão de uma nação a um clique de seus cidadãos?"

Neste período, seu fundador iniciou a concepção do projeto Nação Digital.

Além de um sólido alicerce, já garantido pela Constituição Federal de 1988, o qual garante ao cidadão a Iniciativa Popular, para que o projeto se tornasse viável seria necessário que sobre este alicerce fossem erguidos e consolidados três pilares:

  • Acesso universalizado à Internet;
  • Validade jurídica à Certificação Digital;
  • Acesso universalizado ao Certificado Digital.


O acompanhamento dos requisitos necessários


O fato era que nenhum desses pilares podia ser erguido de forma sólida da noite para o dia. Foi então que começou todo um trabalho de participação na consolidação desses requisitos por parte da Nação e de toda a sua equipe.

Ao longo dos últimos 19 anos cada um desses pilares vem, progressivamente, se solidificando.

Podemos dizer que o primeiro pilar já está totalmente consolidado. Em uma trajetória de crescimento incontestável desde o nascimento da Internet, hoje a grande maioria dos cidadãos possui acesso à web e possui smartphones conectados 20 horas por dia. Já não se aceita mais a ideia de uma vida desconectada.

A consolidação do segundo pilar veio com a concessão do reconhecimento legal a documentos eletrônicos assinados com certificados digitais ICP-Brasil pela MP 2.200/2 de 2001 e logo depois, como consequência da edição da Lei 11.419/2006. Hoje, graças às várias iniciativas governamentais e empresariais, existem milhões usuários capazes de assinar digitalmente com seus certificados e-CPF, e-CNPJ, NF-e, etc.

O terceiro e último pilar está apenas a um passo de se consolidar, o crescimento das demandas governamentais, associada às inúmeras aplicações de assinatura digital que começam a surgir no cenário nacional, surgem como motivadores para que o cidadão adquira seu certificado digital. Enquanto ente que preza por uma sociedade totalmente conectada e com seus direitos a um clique do mouse, a Nação também aparece como um grande estimulador à obtenção pelo cidadão de seu primeiro certificado digital. Além de oferecer uma plataforma com inúmeras funcionalidades que permitirão ao cidadão participar de forma ativa e tempestiva das decisões do país, trazemos parcerias com profissionais de tecnologia, empresas e entidades governamentais, todos com o objetivo de disponibilizar a maior quantidade possível de aplicações e soluções de certificação digital.

Finalmente! Agora é momento de iniciar as atividades da Nação


Segundo informações da ICP-Brasil divulgadas durante o 10º CertForum, foram emitidos mais de 5 milhões de certificados nos últimos três anos e, atualmente, existem mais de 3 milhões e 600 mil certificados digitais ativos.

Pela redação atual da CF/88 este número é mais do que o dobro do necessário à assinatura de um projeto de lei de iniciativa popular, atualmente estabelecido em 1% dos eleitores.

Tramita ainda, na Câmara dos Deputados, (já aprovado no Senado) a PEC 286/2013, que propõe a redução desse percentual para 0,5% dos eleitores. O que nos deixaria com uma base de usuários quase quatro vezes maior que a quantidade necessária à assinatura de um projeto de lei de iniciativa popular.

Iniciativas como a do Documento de Identificação Nacional (DIN), cartão com chip que agregará todos os dados biométricos e civis do cidadão, tais como RG, título de eleitor e CPF, entre outros, também estimulam o uso de certificados digitais. O DIN poderá ser associado a um Certificado Digital e permitirá a assinatura de documentos digitais com segurança e validade jurídica.

Nos últimos anos, a certificação digital já se consolidou como uma realidade no mercado nacional, acumulando crescimentos progressivos acima de 20% ao ano e, graças a essa evolução, o Brasil já é o pais que mais utiliza esta tecnologia no mundo. Estimativas apontam que até 2020 o número de certificados digitais emitidos no país deverá dobrar.

Por fim, a expectativa de deixar o poder de decisão do país a um clique das mãos do cidadão digital, aliada à possibilidade de que os parceiros da Nação ofereçam aos nossos usuários melhores condições para aquisição do primeiro certificado, bem como para a renovação dos existentes, também se tornará um grande novo alavancador para o crescimento dos números da emissão de certificados digitais ICP-Brasil.


Uma empresa que pratica os conceitos de Organizações Virtuais.


Desde nossa fundação, praticamos o conceito de organização virtual com o uso intensivo da Tecnologia da Informação e Comunicação como forma de obtenção de vantagem competitiva.

Esta vantagem baseaia-se na utilização do trabalho colaborativo online e na inovação e eficácia de nosso processos internos e externos de forma a reduzir a necessidade de presença física nas transações e proporcionar a manutenção de quadros reduzidos de pessoal.

Desenvolvemos estratégias de negócios baseadas em novas ferramentas tecnológicas de Certificação Digital com foco na cidadania e também na eficiência de nosso funcionamento.

A Nação está acessível pelos seguintes domínios: